Análise de Fluidos Isolantes Elétricos

A Trafocare realiza os ensaios em laboratório com parceria exclusiva, auditada e com certificação na NBR 17.025

Análise de Fluidos Isolantes Elétricos

É um conjunto de testes físico-químicos, químicos, elétricos e gases dissolvidos presentes em amostras coletadas periodicamente dos transformadores em operação e/ou comissionamento, com o objetivo de determinar as condições de oxidação e contaminação do óleo, bem como as condições elétricas de operação.

Um laudo de análises devidamente assinado por profissional competente é fornecido pela Trafocare, com diagnósticos e comentários embasados em normas ABNT, além do know-how de nosso experiente corpo técnico contendo as recomendações e possíveis ações corretivas diagnosticadas.

Análises recomendadas para Manutenção Preventiva:

Análise físico-química de rotina:

Ensaio Método de Ensaio Objetivo
Cor NBR-14483 Indica o grau de oxidação do fluído (quanto mais escuro, mais oxidado).
Densidade relativa NBR-7148 É a relação de massa / volume do fluído, utilizado para determinar o tipo: mineral, vegetal.
Tensão Interfacial NBR-6234 Determina o grau de oxidação / contaminação do fluído por compostos polares, quanto menor valor, mais oxidado / contaminado.
Teor de Água NBR-10710 B Determina conteúdo de água presente no fluído (em PPM), quanto maior, pior para as propriedades dielétricas.
Índice de Neutralização (acidez) NBR-14248 Determina o grau de oxidação do fluído através da sua acidez. Quanto maior, mais oxidado.
Rigidez Dielétrica NBR-IEC- 60156 Determina o grau de isolação elétrica do fluído (em HV / MM). Quanto maior, melhor.
Fator de Perdas Dielétricas NBR-12133 Determina o grau de oxidação do fluído por compostos ionizáveis. Quanto maior o valor, mais contaminado / oxidado.

Análise cromatográfica ou Análise dos Gases Dissolvidos (AGD):

Ensaio Método de Ensaio Objetivo
Amostragem NBR- 7070 Extração total dos gases dissolvidos.
Critério de Diagnóstico NBR-7274 Diagnosticar defeitos e possíveis falhas incipientes.

Análises especiais:

Ensaio Método de Ensaio Objetivo
Determinação do Teor de PCB NBR-13882 Determina o grau de contaminação com PCB (ascarel) em PPM. Dependendo do valor obtido neste ensaio o fluído e/ou equipamento será classificado pela norma NBR 8371.
Análise de Derivado de Furanos (2FAL) NBR-15349 Determina a quantidade de furanos no fluído, em especial 2FAL, que é correlacionado com a oxidação / envelhecimento da isolação do equipamento. Quanto maior o valor, mais oxidado.
Determinação de enxofre corrosivo NBR-10505 Determina a presença qualitativa de compostos de enxofre no fluído, responsáveis pela corrosão indesejável do cobre e prata presentes nos equipamentos, podendo leva-los a falha por curto entre espiras.
Teor de Passivador (BTA / TTA) IEC-60666 Determina a quantidade de aditivo passivador de cobre presente no fluído, com o objetivo de mitigar os efeitos do enxofre corrosivo.
Viscosidade Cinemática NBR-10441 Determina a viscosidade do fluído à uma temperatura especifica de 40 graus importante para a função de resfriamento do equipamento. Quanto maior, pior o resfriamento.
Ponto de Fulgor / Combustão NBR-11341 Determina a menor temperatura que o fluído, submetido a uma chama se inflama e pega fogo. Quanto maior, melhor a condição de segurança.
analises
45 anos de experiência

Análise de Óleo Isolante

Ao fazer uma análise de óleo isolante, o cliente recebe um laudo de análises com os resultados dos testes e o diagnóstico baseado em Normas da ABNT e comentários baseados no know how da Trafocare.